Postagens

Mostrando postagens de Março 12, 2017

RODA DE SAMBA DA PEDRA DO SAL - A FORÇA MAIOR QUE VÊM DAS CONTAS DE ALABÁ.

Imagem
A HISTÓRIA DA RODA DE SAMBA DA PEDRA SE CONFUNDE COM O REERGUIMENTO DO SAMBA NA REGIÃO PORTUÁRIA DO RIO DE JANEIRO. EM 10 ANOS DE COMPROMETIMENTO COM A CULTURA DO LUGAR, HIBRIDIZANDO GÊNEROS REGIONAIS TRADICIONAIS, TRAZIDOS DE ÁFRICA PELA INSANA DIÁSPORA, O SAMBA SEGUE INCÓLUME, POR TODAS AS NOITES DE SEGUNDAS FEIRAS. ALI, NUNCA SE NEGOCIOU MEMÓRIA ANCESTRAL. JAMAIS ESQUECEU-SE DAS SUBJETIVIDADES NEGRAS OU, AS AÇÕES DE RESGATE  E RESISTÊNCIA, DO MAIS RICO IMAGINÁRIO AFRICANO ALI CUNHADO, NA PRESERVAÇÃO DO GÊNERO,POR SIMPLES CACHÊ. 
O SAMBA DE SEGUNDA FEIRA, NA PEDRA DO SAL, É DAS MAIS NOBRES MADEIRAS NO MATO SIMBÓLICO QUE BROTOU AOS PÉS DO MORRO DA CONCEIÇÃO. É PINTURA HISTÓRICA EM TELA MÍTICA E CARA.




A RODA DE SAMBA DA PEDRA DO SAL É O SAMBA LEGÍTIMO DO LUGAR PEDRA DO SAL, PRECURSOR . O SAMBA MAIS TRADICIONAL E, MOTIVO DE TUDO O QUE HOJE SE ESTABELECEU ALI. É A MAIOR DA REUNIÃO DE PESSOAS NUM PONTO DA GAMBOA,  TODAS AS SEGUNDAS FEIRAS, HÁ DEZ ANOS. ISSO TUDO, BEM ANTES DE TODA ESSA EUFOR…